Sono, entrevista de emprego, cerveja gelada e pouco dinheiro

28 jul

Nesta última quarta feira, dia 27, eu tive uma entrevista de emprego lá na Barra Funda para uma vaga de ‘assistente de campanhas online’ em um instituto. É meio que um trabalho de marketing junto a social media, web writer, promotora de eventos e assessoria. Enfim, algo que eu gosto bastante de fazer. Como aqui em SP eu ainda não sei andar direito por estar morando há pouco tempo, sempre acabo recorrendo ao Google Maps. Que me salva, na maioria das vezes mas, me faz andar absurdos. Ou seja: em um caminho que eu poderia fazer num só coletivo, ele me faz pegar um metrô, dois trens e três ônibus. E isso resulta em sair de casa 3 horas antes do horário marcado e ficar morrendo de sono e de fome o dia inteiro.

A entrevista era às 11h e saí de lá por volta do 12h. OU SEJE: almoço à vista. Na região por onde eu fui é perto do Parque Água Branca e, pelo que pude perceber, um lugar de gente que tem grana. OU SEJE: os míseros dinheiros que eu tinha não iam me render nem um PF. Niqui penso eu então: “Perto de casa é mais barato, vou comer é por lá mesmo. E de quebra, ver se tem algum aperitivo que me interesse pra abrir meu apetite.” Parei no Restaurante Santa Ângela.

Restaurante Santa Ângela: a fachada não tem nome.

Apesar de cheio (ô, horário da bóia, queria o quê?), fui muito bem recebida. Logo um garçom veio me oferecer uma mesa e mostrar o cardápio. Eu tinha a opção de pedir ou os pratos do dia ou fazer o pedido a la carte. Olhei ao redor e vi muitos funcionários, cerca de 14 ou 15, fazendo o almoço e servindo. Educação e rapidez. Gostei. E como eu não ia fazer mais nada no resto do dia a não ser estudar, me dei ao desfrute de pedir uma cerveja. Que veio trin-can-do. Ponto mais que positivo! :)~

Cerveja saída do 'cu da foca' pra abrir o aperite. *__*

Só não gostei de beber cerveja num copo de vitamina. =p

Pratos do dia. :)

Restaurante cheio e gente esperando na fila.

Os preços são bastante acessíveis e você pode comer bem, como foi o meu caso, por até R$7,50. A porção dá pra duas pessoas de apetite MODERADO tranquilamente. Como eu falei antes, estava sem muito dinheiro e comi o básico ‘arroz + feijão + frango’. E ainda sobrou bastante. A comida é OK.

Pena que não tinha opção de meia porção.

Meu prato pedreragi. NHAM! :)~

O desperdício. :(

O lugar é tão acessível e limpo que pessoas de várias classes sociais almoçam lá. Encontrei até um grupo de senhoras chiques dividindo a refeição na mesa ao lado.

As véia rica também são gente da gente! kkk

Depois do almoço fui dar uma folheada no cardápio pra ver as opções de bebida e me deparei com algo muito curioso. Logo, fui perguntar ao garçom o que era. A galera aqui toma ‘Caracu com ovo”. Isso mesmo, amiguinhos cachaceiros e cachaceiras. A cerveja preta Caracu, batida com ovo, no liquidificador (com casca ou sem casca). Segundo o garçom, tem muita saída por ser ‘energético’. Não, obrigada.

Uma palavra define: ECA.

No restaurante, as cervejas – como eu já falei – saem trincando. E os preços são bem bons em relação a outros lugares. A Heineken (600ml) e a Antartica Original, por exemplo, saem a R$5,40. Já as tradicionais Brahma e Skol, a R$4,90. Ponto positivo. O copo de suco sai entre R$3,80 e R$4,60 e depois perguntam porque eu prefiro tomar cerveja. O refrigerante de ouro fica na mesma faixa do suco. Já as doses de conhaque, vinho, cachaça e similares não tinham o preço no cardápio. Se eu quisesse tomar uma, que perguntasse no balcão. Ponto negativo. Também vi um vinho caseiro das trevas lá, mas o local estava tão cheio e o dono tão ocupado, que nem quis me arriscar.

Bebidas sem o preço no cardápio. Servidas somente no balcão.

Vinho caseiro. Quem se arrisca?

O Restaurante Santa Ângela ainda tem a lanchonete bem ativa na parte da manhã e da noite pra o pessoal que não tem tempo de tomar café em casa. Lá abre 6h da matina e fecha às 22h. Seu Carlos Ferretti, o dono que também faz as honras de garçom, falou que é assim desde 1968.

No final das contas tudo custou R$13,40, eu saí satisfeita. Lugar aprovado e recomendado. :)

Endereço: Avenida Liberdade, 1082. Em frente ao Metrô São Joaquim, Liberdade.

Contato: restaurantesangela@terra.com.br

Site: Não tem.

3 Respostas to “Sono, entrevista de emprego, cerveja gelada e pouco dinheiro”

  1. Elaine Mesoli 29 de julho de 2011 às 11:55 PM #

    Putz, eu já tomei caracu com ovo. Mais que energético, a galera diz que é afrodisíaco. Minha mãe fazia pro meu pai: caracu, leite condensado, ovo, e mais algumas coisas. Eu tinha uns dez anos de idade e dividia o copo com meu pai. Lembro de gostar, mas não lembro do gosto.

  2. Erick Mendonça 29 de julho de 2011 às 3:00 PM #

    O copo de vitamina foi o melhor!

  3. Gerge Coelho 28 de julho de 2011 às 1:46 PM #

    MACARRÃO ALHO E ÓLEO COM BRÓCOLIS FUCK YEA!!!

Apreciando sem moderação!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: